Sobre nós

O Grupo Acorda Capoeira desenvolve há dez anos um projeto esportivo e sociocultural no coração da Rocinha, a maior favela da América Latina, localizada na Zona Sul do Rio de Janeiro. Este grupo de Capoeira, uma complexa arte que tem suas raízes profundas na cultura dos escravos afrodescendentes e que mistura dança, música e luta, foi fundado oficialmente pelo Mestre Manel em 2004.

Mesmo sem recursos, Mestre Manel veio de Itabuna (Bahia) em 1978, para morar na comunidade da Rocinha e desde então alimentava o sonho de criar o seu próprio grupo, que interpretasse respeitosamente as regras hierárquicas e de estilo da Capoeira, mas também com um olhar moderno e amplo. Segundo o Mestre Manel, a prática desta disciplina podia contribuir á criação de uma rede solidária dentro da comunidade que tem sido historicamente ignorada pelo poder público e que por conta disto, esteve exposta a diversos episódios de violência, tráfico e degrado social e sanitário.

“O meu objetivo principal é, além de formar bons capoeiristas, o de formar cidadães conscientes de seus direitos e deveres, em lugares como esta e outras favelas que, por anos, tem sido submetidas a alienação de sua identidade e autoestima. O meu esforço diário se traduz na procura de fornecer a essas crianças e jovens, instrumentos necessários para encarar a vida dentro da legalidade, levando-os continuamente a expandir os seus horizontes em termos de conhecimento e perspectivas para além do muro invisível que separa a Rocinha do resto do mundo”. (Mestre Manel 2004)

O início não foi fácil. Manel começou a se cercar de jovens para ensiná-los a arte da sua cidade natal ou seja artesanato, corte e costura. Em seguida, mesmo sem uma estrutura física apropriada, começou a dar as primeiras aulas de Capoeira, com ainda mais pessoas desejosas de se envolverem com esta arte da ginga.
Em uma favela inteiramente dominada pelo poder do narco-tráfico, Manel oferecia incondicionalmente apoio a crianças e jovens, independente de suas origens, ganhando respeito da comunidade e das grandes escolas de Capoeira de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Mesmo assim naquele período (anos ‘80-‘90) a Capoeira, sendo originalmente uma arte brasileira, não era reconhecida devidamente enquanto cultura pelas instituições e, ainda mais sendo ensinada numa localidade marginalizada, Mestre Manel encontrou muitas dificuldades em achar financiamentos governamentais para tocar sua iniciativa. Esta situação desencadeou um efeito duplo: se por um lado o grupo Acorda Capoeira nasceu só graças ao empenho de Manel e de alguns dos seus primeiros alunos graduados, por outro, o Mestre teve a intuição de procurar apoio vindo do exterior, aproveitando da visibilidade que a Rocinha começava a conquistar como foco do turismo alternativo.
Através do contato com alguns guias locais, começaram a surgir novas ocasiões e o Grupo teve a oportunidade de desenvolver-se e de se expandir. Em 2005 os professores Cabrito e Caxote viajaram para a China, com o objetivo de divulgar a cultura da Capoeira e do Samba. Ainda em 2005 o grupo participou de um documentário chamado “Sluns, Drums and Capoeira” produzido e lançado pela Whitematter em 2007 na Inglaterra. Além disso, o grupo lançou um CD “O Sol Brilhou” (2004) e dois DVDs (2005 e 2007). Em 2009 atuou nas comunidades da Rocinha e Parque da Cidade com o projeto “Roda de Samba e Capoeira do Mestre Manel” que alcançou o número de 400 crianças. Em 2010 o Grupo atingiu um novo patamar, expandindo seu trabalho a nível internacional com o Professor Melodia e a aluna Marita Fauske que levaram o Acorda Capoeira a difundir suas atividades na Noruega até os dias de hoje e em 2012, chegaram a Itália com o Professor Cabrito e a aluna Mara Zanetti.

Atualmente o Grupo Acorda Capoeira ocupa o espaço público do Complexo Esportivo da Rocinha e mantem suas atividades espalhadas pela própria comunidade, totalizando cinco turmas diferentes. Além disso mantém suas ações em escolas públicas do Rio de Janeiro, na comunidade do Anil e continua a desempenhar suas atividades internacionais.
As aula de Teatro no Grupo veio para somar com a professora Fabiana. O Teatro Acorda Capoeira vem desenvolvendo um lindo trabalho com as crianças da comunidade da Rocinha na estrutura pública da Biblioteca Parque da Rocinha C4. “Temos como objetivo o de integrar jovens, crianças e adolescentes á arte, a cultura, a cidadania e inclusão social. Nossas aulas ajudam o aluno a evoluir a vários níveis na sociedade através de criatividade, coordenação, memorização, vocabulário entre outros. O nosso trabalho é um grito de socorro bem presente na vida de cada uma dessas crianças e jovens da comunidade da Rocinha.”(Professora de Teatro, Monitora Fabiana, 2014).

Mestre Manel procura apoios e parcerias para dar continuidade a este incrível trabalho para que todos, brasileiros e estrangeiros, sejam sempre bem recebidos a arte da Capoeira. Segundo o Mestre Manel, o percurso do Acorda Capoeira apenas começou:
“O meu sonho é ter um registro oficial para o Acorda Capoeira e uma sede, um espaço exclusivo para o Grupo onde se possa dar continuidade as aulas de capoeira para suas crianças e jovens, que também funcione como um ponto de referência de intercâmbio cultural e de cidadania.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s